quinta-feira, 16 de maio de 2013

Senado aprova criação de 6.818 vagas para concursos federais

A previsão é que as vagas sejam preenchidas, por meio de concursos, de forma gradual, contemplando ministérios e autarquias

Site: Ibahia

A tão sonhada estabilidade no emprego pode estar mais perto do que nunca, depois que o Senado aprovou nesta quarta-feira (15), o Projeto de Lei da Câmara (PLC) nº126/2012 que prevê a criação de 6.818 vagas federais. De acordo com o Folha Dirigida, a previsão é que as vagas sejam preenchidas, por meio de concursos, de forma gradual, contemplando ministérios e autarquias. Além disso, parte das oportunidades servirá para substituição de terceirizados nos órgãos do governo.

Consta no projeto de lei que do total das oportunidades, 3.594 serão para os ministérios de Ciência e Tecnologia, Saúde, Exército, Marinha e órgãos como a Agência Espacial Brasileira (AEB) e o Instituto Nacional do Câncer, em cargos como pesquisador, técnico e assistente. O Ministério da Saúde foi beneficiado com 755 vagas, bem como a Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), agraciada com 143 vagas. Foram beneficiados ainda os setores de infraestrutura, meteorologia e o Ministério da Previdência e Trabalho. 

Haverá também 500 vagas de analista em tecnologia da informação e 120 de engenheiro agrônomo, além de oportunidades em cargos como auxiliar de saneamento, geólogo, analista em tecnologia da informação, administrador, agente administrativo, analista técnico- administrativo, contador, economista, engenheiro agrimensor, engenheiro agrônomo, engenheiro civil, engenheiro florestal, estatístico e médico-veterinário.